Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Portugal Litoral

Dizem que Portugal é lindo, então decidi certificar isso eu mesmo. Não que eu precisasse ver para crer, mas precisava ver para sentir.

Portugal Litoral

Dizem que Portugal é lindo, então decidi certificar isso eu mesmo. Não que eu precisasse ver para crer, mas precisava ver para sentir.

Percurso 1 | Trafaria - Fonte da Telha

À 21 de Setembro de 2016 eu saia para a primeira de entre as minhas caminhadas pelo litoral Português. O ponto de partida: Trafaria, precisamente às 7 horas e 10 minutos de uma manhã mal acordada mas que prometia um dia ensolarado, e foi. O destino: Praia da Fonte da Telha que após 17,01 kilômetros percorridos em 5 horas de caminhada, 240 fotos e muitos mergulhos no mar, alcancei sem problemas. Previsivelmente o percurso mais fácil, porém tão prazeroso quanto os outros percursos mais desafiantes que fiz a seguir até a data desta postagem. Foi um bom e belo passeio.

Futuro

 

Viva a Vida

 

E para um bom começo de caminho nada melhor que deparar-me e poder fotografar duas invulgares paisagens com barcos, e eu adoro paisagens com barcos, cada uma com uma mensagem incrivilmente simples, elementar e complementares entre si. A partir daí, registada as cenas, restava-me seguir a dica: Viva a vida, não espere pelo Futuro. E foi com essa mensagem a permear meus pensamentos que fiz o resto do primeiro percurso e também os outros que se seguiram.

 

 Terminal de Granéis Alimentares da Trafaria

 

 

Lado sul da Praia da Cova do Vapor ou Praia do Albatroz

 

Praia da Cova do Vapor é a praia de esquina do Rio Tejo com o Mar Atlântico. As ondas nessa praia são diagonais.

 

 

Com um clique de sorte acabei por registar o momento exato em que o pescador ficou a mercê da rebentação.

 

Máquinas da Pesca

Na praia de São João da Caparica era dia de puxar a rede, nesse caso, com ajuda de dois carreteis mecânicos, um acoplado ao trator e outro instalado no barco que estava na areia.

 

Trabalho em Equipe

 

 Seleção

 

 

Banquete das Gaivotas

 95% dos peixes apanhados na rede são levados de volta para a água. É a hora preferida das famintas gaivotas.

 

Mar de Gaivotas

Definitivamente era um dia de sorte. Era dia de peixe. Era dia de pesca, dia de festa. Dia de arrastão.

 

 

 

Os surfistas, iniciantes, amadores e profissionais, de ambos os sexos, são presenças marcantes nas praias e nas ondas da Costa da Caparica.

 

 Cacas na areia

Tão marcante quanto a presença dos surfistas é a presença das gaivotas. Elas invadem algumas praias  como se fossem exlcusivamente delas. A areia fofa dessa praia da foto acima, não lembro-me qual praia era, estava uma mistura de areia quentinha com merda de gaivota fresquinha. Uma sensação incrível que pude sentir nos pés descalços.  :p

 

Praia da Saúde, número 53

 

Não me importava nada de morar por aí, em alguma dessas verdadeiras casas de praia que encontrei no trajeto. Essa colorida, por exemplo, encaixa-se perfeitamente no meu mundo de abstrações e quimeras.

 

Ao fim do primeiro percurso eu já pensava no próximo. Viva a vida!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.